27/4/2016

Solange Sólon Borges

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apresentou, no dia 26/4, em Brasília, os Indicadores Globais de Desenvolvimento Sustentável para Monitoramento da Agenda 2030. No total, os 231 indicadores construídos têm o intuito de acompanhar e medir o progresso na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Os 17 ODS, com suas 169 metas e 231 indicadores, representam o eixo central da Agenda 2030 que entrou em vigor no dia 1º de janeiro deste ano a fim de orientar as ações nas três dimensões do desenvolvimento sustentável – econômica, social e ambiental – de políticas públicas em todos os níveis governamentais e garantir transparência e responsabilidade de todos os atores, inclusive do setor privado e da sociedade civil.

“A partir dos indicadores vai ser possível avaliar a evolução dos fenômenos ambientais, sociais e econômicos sobre os quais as políticas estão intervindo. E tem que considerar as dimensões regionais, nacionais e global, porque, por exemplo, na área de meio ambiente os fenômenos não respeitam as fronteiras político-administrativas”, explicou Wasmália Bivar, presidente do IBGE, à Agência Brasil.

Em setembro, a lista final de indicadores será apresentada aos países na 71ª Assembleia Geral das Nações Unidas. Rodadas de avaliação e revisão dos indicadores deverão ser feitas em 2017, 2020 e 2025.

O Brasil presidirá, pelos próximos dois anos, o grupo de peritos de 24 países que participam da definição desses indicadores. Nacionalmente, o Brasil terá como prioridade o combate à pobreza para o alcance dos ODS. Na avaliação do secretário executivo do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Carlos Klink, o país buscará a integração de medidas de conservação, sociais e econômicas. “A redução da pobreza é o primeiro objetivo e, dentro disso, vamos buscar a aproximação com políticas públicas estruturantes nessa área”, afirmou. “O compromisso da comunidade internacional com a redução das emissões de gases de efeito estufa [referindo-se ao Acordo de Paris] é uma sinalização clara de que o mundo está atuando de maneira sinérgica rumo ao desenvolvimento sustentável”, ponderou Klink.

SAIBA MAIS – Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) foram foco de debate da Conferência Rio+20, em 2012. O objetivo dos ODS é orientar as políticas nacionais e as atividades de cooperação internacional pelos próximos 15 anos. Em setembro de 2015, em reunião das Nações Unidas, os ODS foram definidos, sendo contemplados temas como erradicação da pobreza, saúde, energia, água e saneamento, padrões sustentáveis de produção e de consumo, mudança do clima e cidades sustentáveis.



Últimas da Imprensa

ver mais dados da imprensa
x